Centro de Primatologia do Rio de Janeiro (CPRJ)- Primatas em extinção

CPRJ primatas em extinção

O Centro de Primatologia do Rio de Janeiro é um importante centro de pesquisa e conservação de primatas na Mata Atlântica. O local abriga mais de 1.200 animais de 36 espécies diferentes, muitas delas ameaçadas de extinção.

Guapimirim, RJ - No coração da Mata Atlântica, o Centro de Primatologia do Rio de Janeiro (CPRJ) emerge como um bastião singular da conservação da fauna primatológica.

Conteúdo
  1. Centro de Primatologia do Rio de Janeiro (CPRJ)
  2. A nobre visita de 1986 da Princesa Anne em Guapimirim
    1. O único do mundo dedicado à conservação de primatas
  3. Macaco Tião: Mais que um símbolo eleitoral da época
    1. Os desafios da conservação de primatas
    2. A educação ambiental

Centro de Primatologia do Rio de Janeiro (CPRJ)

Centro de primatologia do Rio de Janeiro
Centro de primatologia do Rio de Janeiro

O centro desempenha um papel fundamental na conservação de primatas ao realizar pesquisas, promover a educação ambiental e desenvolver programas de reprodução em cativeiro.

O CPRJ foi inaugurado em 9 de novembro de 1979, com o objetivo de promover a conservação de primatas brasileiros. A instituição foi idealizada pelo primatólogo e conservacionista Adelmar Faria Coimbra Filho, que também foi seu primeiro diretor.

A instituição possui parcerias de estudos com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com universidades nos estados do Rio de Janeiro, de São Paulo, do Pará e do Piauí, e com organizações internacionais, como o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

Pesca de robalo no rio Guapi-Macacu e Guaraí

O Centro de Primatologia do Rio de Janeiro abriga mais de 1.200 animais de 36 espécies diferentes, muitas delas ameaçadas de extinção.

A nobre visita de 1986 da Princesa Anne em Guapimirim

A Princesa Anne, filha da Rainha Elizabeth II, visitou o Centro de Primatologia do Rio de Janeiro em 1986. A visita foi confirmada pelo próprio CPRJ, que publicou uma nota no seu site oficial.

A nota diz:

"Em 1986, a Princesa Anne, filha da Rainha Elizabeth II, visitou o Centro de Primatologia do Rio de Janeiro (CPRJ). A visita foi uma demonstração de apoio do Reino Unido às atividades de conservação de primatas realizadas pelo centro."

A visita da Princesa Anne foi um evento importante para o CPRJ, pois representou um reconhecimento internacional do trabalho do centro na conservação de primatas.

Estação Ferroviária de Guapimirim - Um pouco da nossa história

A Princesa Anne ficou impressionada com o trabalho do CPRJ e elogiou os esforços do centro para salvar primatas ameaçados de extinção. Ela também visitou alguns dos primatas que vivem no centro e conversou com os pesquisadores que trabalham lá.

O único do mundo dedicado à conservação de primatas

O Centro de Primatologia RJ (CPRJ) é o único do mundo dedicado à conservação da fauna primatológica. Fundado em 1975, o centro abriga mais de 1.200 animais de 36 espécies diferentes, muitas delas ameaçadas.

Os primatas são animais importantes para o equilíbrio ecológico das florestas tropicais. Eles desempenham um papel fundamental na dispersão de sementes, na polinização e no controle de pragas. Além disso, os primatas são animais inteligentes e sociais, e o seu desaparecimento seria uma perda irreparável para a biodiversidade.

Macaco Tião: Mais que um símbolo eleitoral da época

Outra figura lendária associada ao CPRJ é o famoso Macaco Tião. Em 1988, durante uma brincadeira da revista Casseta Popular, que incentivava o voto nulo, Tião acabou conquistando o terceiro lugar nas eleições para prefeito do Rio de Janeiro, com incríveis 400 mil votos.

Seu esqueleto, hoje em exposição no CPRJ, é uma lembrança do impacto inusitado que os primatas podem ter na sociedade.

Seringal Guapimirim - O universo da borracha e da reciclagem

Os desafios da conservação de primatas

Os primatas estão ameaçados de extinção por uma série de fatores, incluindo a destruição do habitat, a caça ilegal e a captura para o comércio de animais silvestres. O CPRJ desempenha um papel fundamental na conservação de primatas ao realizar pesquisas, promover a educação ambiental e desenvolver programas de reprodução em cativeiro.

Outros primatas encaminhados ao local: CPRJ recebe duas primatas ameaçadas de extinção

As pesquisas do CPRJ são voltadas para o estudo da ecologia, da biologia e do comportamento dos primatas. As pesquisas visam a compreender melhor esses animais e a desenvolver estratégias para a sua conservação.

A educação ambiental

O CPRJ também realiza atividades de educação ambiental para conscientizar a população sobre a importância da conservação de primatas. As atividades são voltadas para estudantes, professores e público em geral.

No local desenvolve programas de reprodução em cativeiro para espécies de primatas ameaçadas. Os programas visam a aumentar o número de indivíduos dessas espécies e a garantir a sua sobrevivência.

O que fazer em Guapimirim?

Para quem desejar visitar: Estrada do Paraíso, s-n - Paraíso, Guapimirim - RJ, 25940-000

O centro desempenha um papel fundamental na conservação de primatas ao realizar pesquisas, promover a educação ambiental e desenvolver programas de reprodução em cativeiro.

Espero que tenha curtido o conteúdo sobre:
Centro de Primatologia do Rio de Janeiro (CPRJ)- Primatas em extinção
Em O que fazer temos diversos artigos sobre este tema.

  1. Talita diz:

    Gostaria muito de conhecer o centro de Primatologia e conversando com uma funcionária do Sebrae ela me falou de vocês e como amo os animais, em especiais os símios, gostaria de saber se há possibilidade de visitar as instalações.

  2. Rita diz:

    Visitamos o Centro de Primatologia recentemente e foi uma experiência incrível para toda a família. Os animais são bem cuidados e o local é muito bonito. Os guias são simpáticos e informativos e respondem a todas as perguntas com paciência. As crianças adoraram ver os primatas de perto e aprender sobre seu habitat natural. Altamente recomendado!

  3. Marcelo diz:

    Para quem ama a natureza e os animais, o Centro de Primatologia é um paraíso. O local é cercado por mata verdejante e abriga uma grande variedade de primatas, todos muito bem cuidados. É possível observar os animais de perto e aprender sobre seus hábitos e comportamentos. Um lugar perfeito para relaxar e se conectar com a natureza.

  4. Roberta diz:

    É importante destacar o importante trabalho de conservação que o Centro de Primatologia realiza. Além de cuidar dos animais, o centro também promove pesquisas e programas educativos para conscientizar o público sobre a importância da preservação dos primatas e do meio ambiente. Uma visita ao centro é uma ótima maneira de contribuir para essa causa.

  5. Juliano diz:

    Nossa visita ao Centro de Primatologia foi uma verdadeira aula de educação ambiental. Aprendemos muito sobre os primatas, sua importância para o ecossistema e os desafios que eles enfrentam.

  6. Marceli diz:

    O Centro de Primatologia do Rio de Janeiro é um lugar único no Brasil. Aqui você encontra uma grande variedade de primatas brasileiros, muitos dos quais ameaçados de extinção. É possível observar os animais de perto e aprender sobre seus hábitos e comportamentos. Uma visita ao centro é uma experiência inesquecível.

  7. Laura diz:

    Adorei minha visita ao Centro de Primatologia! Foi uma experiência muito emocionante e educativa. Os primatas são animais fascinantes e aprendi muito sobre eles com os guias do centro. Recomendo a todos que se interessam por animais e natureza.

  8. Rafael Costa diz:

    O Centro de Primatologia do Rio de Janeiro é um exemplo de compromisso com a preservação da fauna brasileira. O trabalho realizado no centro é fundamental para a proteção dos primatas e do meio ambiente. É importante apoiar o centro e suas iniciativas de conservação.

  9. Gabriel Souza diz:

    Se você está visitando a região de Guapimirim, não deixe de conhecer o Centro de Primatologia. É uma visita que vale a pena para quem ama animais e natureza. Você terá a oportunidade de ver primatas de perto, aprender sobre seu habitat natural e contribuir para a preservação da fauna brasileira.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Temos a nossa política de cookies para o armazenamento de dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Política de privacidade