Descubra a história fascinante de Guapimirim: Da colonização ao turismo moderno

História fascinante de Guapimirim

"Descubra a fascinante história de Guapimirim, uma cidade rica em cultura e beleza natural. Conheça suas origens coloniais, desenvolvimento econômico e potencial turístico surpreendente."

Conteúdo
  1. A trilha da história de Guapimirim
    1. As origens coloniais
    2. A devoção religiosa
    3. Formação e crescimento
    4. A era da modernização
    5. Potencial turístico
    6. Preservação e memória

A trilha da história de Guapimirim

História de Guapimirim
História de Guapimirim

Guapimirim, um município situado na Serra Verde Imperial, a apenas 60 km da capital do Rio de Janeiro, guarda uma história rica e cheia de transformações. Desde a sua descoberta no século XVI até se tornar um destino turístico promissor, a cidade revela uma trajetória fascinante, entrelaçada com figuras históricas e eventos significativos.

Floricultura em Guapimirim

As origens coloniais

A história territorial de Guapimirim está intrinsecamente ligada a Magé e à extinta Vila de Santo Antônio de Sá. Em 1567, o escrivão da Fazenda Real, Miguel de Moura, recebeu uma sesmaria no Sertão do Macacu, terras que posteriormente foram doadas aos jesuítas. Em 1612, esses padres venderam parte do lote a Manoel Fernandes Ozouro, que fundou uma capela entre os rios Cacerebú e Guapiassú, dedicando-a a Santo Antônio. Essa capela se tornou conhecida como a Igreja Matriz de Santo Antônio de Sá, dando origem ao povoado de Curato.

Hino de Guapimirim.

Arilson da Silva Araujo - Cuidador de animais

A devoção religiosa

O povoado nas margens do Rio Guapimirim clamou proteção à Nossa Senhora d'Ajuda, cuja primeira imagem chegou com o explorador Tomé de Souza e os jesuítas. Em homenagem à padroeira, Pedro Gago e Estevão Gago construíram um templo em 1647, perto do Rio Sernambetiba, nomeando-o Capela de Nossa Senhora D'Ajuda de Sarnambetiba. Em 1696, essa capela tornou-se a sede da Freguesia de Nossa Senhora D'Ajuda de Aguapehy-mirim, derivada do tupi "agûapé’ymirim," que significa "rio pequeno dos aguapés".

Formação e crescimento

Bandeira Guapimirim - Imagem crédito: Prefeitura de Guapimirim
Bandeira Guapimirim - Imagem crédito: Prefeitura de Guapimirim

Como distrito, Guapimirim foi estabelecido em 11 de janeiro de 1755 e anexado à vila de Magé. Durante o período colonial, a região prosperou com a exploração do trabalho escravo e a fertilidade do solo, tornando-se um importante centro de produção cafeeira, além de outras lavouras como milho, mandioca, arroz e feijão. Em 1789, a elevação de Magé à categoria de vila incluiu as terras de Guapimirim, que hoje constituem a Cidade da Gente.

Casa de Ração Guapimirim

A era da modernização

Brasão de Guapimirim
Brasão de Guapimirim

A construção da Estrada de Ferro Teresópolis em 1896 marcou a transição para os tempos modernos. A ferrovia atraiu lavradores e ferroviários, fomentando o crescimento urbano. Em 1904, a Estação Barreira foi inaugurada, e em 1908, com a conclusão do trecho ferroviário em Teresópolis, Guapimirim experimentou um progresso significativo, permitindo a exportação de produtos para grandes centros.

Potencial turístico

Guapimirim é um tesouro turístico com mais de 70% de área verde, ideal para trilhas, esportes radicais e atividades ao ar livre. A cidade abriga o Museu Von Martius, localizado na antiga casa-sede da fazenda da Barreira, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Suas cachoeiras e a exuberante paisagem natural fazem de Guapimirim um destino perfeito para os amantes da natureza e do turismo de aventura.

Clínica Veterinária em Guapimirim

Preservação e memória

Embora muitos acreditem que um pouco da história de Guapimirim tenha se perdido, a memória da cidade está viva e em constante transformação. Guardada pelos mais velhos e pelos locais preservados, a rica herança cultural de Guapimirim continua a ser uma fonte de orgulho e identidade para seus habitantes.

Guapimirim é uma cidade que, embora recente em termos de legalidade, possui uma história rica que remonta ao século XVII. Desde seus primórdios como lar de povos indígenas, passando por sua importância colonial até se tornar um destino turístico, a cidade oferece um panorama de desenvolvimento contínuo. Com seu potencial turístico, cultural e econômico, Guapimirim continua a atrair visitantes e moradores que buscam se conectar com sua rica herança e beleza natural.

Espero que tenha curtido o conteúdo sobre:
Descubra a história fascinante de Guapimirim: Da colonização ao turismo moderno
Em Notícias temos diversos artigos sobre este tema.

  1. Adilson dos Santos diz:

    Tanto eu como minha família, tivemos o merecimento de fixar residência nesta linda Cidade.
    Posso afirmar que conseguimos uma melhor qualidade de vida e desfrutamos dos encantamentos que a Cidade nos proporciona.
    Na esperança que todos façam o seu papel e que a possamos conservar e divulgar todas as belezas contidas nesta região.

  2. Clovescastilho diz:

    Passei um pouco da minha vida, um tempo muito feliz na casa dos meus avós, até hoje guardo na memória o portão azul , caneca fina limoeiro , e tenho Guapimirim uma cidade que em seu desenvolvimento o desejo de muito sucesso

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go up

Temos a nossa política de cookies para o armazenamento de dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Política de privacidade